sábado, 24 de julho de 2010

Gals #4

Estamos mais uma vez aqui na nossa sessão de moda, e hoje tem desenho ;D. Hoje falaremos sobre as Kogal, mas antes de começarmos a falar delas quero fazer algumas recomendações. Gostaria de indicar para vocês alguns blogs que tenho acompanhado, a maioria sobre moda, e gosto muito. 
 
~ Kawaiizando (esse, pra quem ama a terra do sol nascente, é perfeito!)


Queria agradecer a todos que estão acompanhando o blog, isso é maravilhoso, vocês não sabem o quanto eu fico feliz em ver que os meus posts são valorizados, acho que qualquer um que tem blog aqui sabe o quanto é bom você fazer um post, ver que a galera gostou e ver o seu blog progredir. Deixando a babação de lado =P vamos para o post de hoje ;D

A palavra Kogal deriva de “ko” que vem de “kodomo” (criança) e “Gal” que serve para descrever as jovens que seguem tendências. Enquanto as revoltosas Sukeban e Lady’s tentavam aparentar ser mais velhas, as Kogal exibiam juventude para atrair os homens mais velhos. Elas eram morenas devido o bronzeamento artificial; cabelos com mechas louras; botas plataforma; meias folgadas para disfarçar as pernas cheinhas (essas meias eram usadas com botas de chuva); flores na cabeça ao melhor estilo tropical. Para completar, elas adoravam itens como encharpes Burberry e bolsas de mão Louis Vuitton. Também faziam parte dos acessórios diários cheios de fotos Purikura, palitos de chocolate Pocky e celulares (claro!). 

Nos anos 90 surgiram os Teamers, gangues de hip-hop formadas por jovens (ricos) que praticavam “oyaji gari” (caça aos velhos), ou seja, roubar dinheiro de um homens mais velho e frágil (“sarariman”), que passava o dia ralando pra ganhar o seu mísero dinheiro no final do mês. No entanto as Kogal resolveram fazer o mesmo para conseguir dinheiro mais fácil e conseguir comprar suas futilidades. Elas praticavam o “enjo kosai”, que eram encontros pagos. Elas “caçavam” um homem mais velho que levaria elas para um jantar e fazer compras no shopping, às vezes rolava sexo. Por causa dessa prática, a mídia atacou com tudo as Kogal, dando a elas uma imagem de depravadas e imorais. Tem até filme sobre elas!

Love and Pop


Bounce: Ko-Gals

Segundo especialistas, a moda era resultado de vários fatores socioeconômicos, dentre eles ausência de moralidade, sede por dinheiro, solidão, custo de vida altíssimo e excesso de consumo. Apesar de tudo, as Kogal não eram de tudo tão ruins assim. Elas foram as propulsoras do mundo tecnológico, sendo as que mais usavam celulares, as empresas deveriam agradecer. Inventaram até uma “língua” para se comunicarem através de mensagens codificadas. Antes de celulares elas usavam os pagers (é o novo!), as mensagens eram mandadas baseadas em seqüências numéricas, como 4649 que correspondia a “yo-ro-shi-ku” (prazer em conhecê-lo), e por aí vai. Com a chegada dos celulares elas usavam códigos do tipo “Cho beri” (muito ruim) e “o-ru”(curtir a noite num club noturno). Esses códigos ainda fazem parte do cotidiano dos jovens japoneses. Com o tempo, mais uma vez um estilo morre para que nasça outro. As jovens Kogal cresceram, começaram a trabalhar, formaram-se. Algumas desistiram do visual porque não atraíam os meninos da mesma idade. Até o governo e as escolas faziam campanha contra elas. E assim lá se vai mais uma geração. É claro que ainda há resquícios delas, mas nada que seja relevante, coisa pouca. 
 
Espero que vocês tenham gostado desse post ;D Que tal ser uma Kogal?!
Kissus =*

9 comentários:

Bruna disse...

eu acho as gals muito feias por causa do bronzeamento/cabelo pintado toscamente, mas eu tenho q admitir q elas tem unhas/celulares/bolsas/sapatos perfeitos *--*

Davi disse...

Belle, o Colóquio de moda acontece anualmente e é aberto pra qualquer pessoa e principalmente pra estudantes de moda.
Esse ano acontece na Anhembi morumbi, o site não é muito bom mas já tem algumas informações...
http://coloquiodemoda.com.br/portal/

Tanedinha disse...

Adorei o post, aqui tem mesmo essas meninas, eu ri com o termo kogal pq tinha um mercado no Brasil com esse nome (≧∀≦) nhaiiii
Adorei a indicacao!!! Super feliz que gosta do meu bloguinho....(´ω`)
Cada vez mais me interesso em passar para conferir as novidades, tem mtas tribos no Nihon que vcs nem imaginam!!!
Kisu ♡(˘❥˘ )

ideias vestíveis disse...

Que fofoo!!
E muito obrigada pelo elogio ao nosso editorial de aniversário. Seja sempre muito bem ao Ideias Vestíveis.

Beijinhos :**

Juliana. disse...

Muito interessante, é realmente útil e necessário saber disso tudo. Espero que fique sempre atualizando! Realmente adorei *-*

Lorena Moura disse...

Belle :) Obrigado por lembra de mim, vocês já estão la no modalomaniacos.blogspot.com

Stéphanie disse...

Oi, estou seguindo o blog, será muito bacana saber um pouco mais sobre a cultura japonesa.
Bjs,
Stéphanie.

http://tvfabulous.blogspot.com/

Li disse...

Blog fofo, t sigo

Aproveitando t convido pra participar do 3º sorteio do meu blog Usomakeup o/
Vou sortear um kit *mara* contendo: cremes, pulseira,blusa,bolsa e mto mais participa lah tah?

=*

Jaqueline disse...

Eu queria ser uma Kogal. Até porque eu não ia precisar me bronzear porque sou naturalmente bronzeada ahuahuahua. Eu acho que elas tem muito estilo e chamam atenção. Eu lembro de ter feito um post sobre as Harajuku Girls no meu blog e as Kogal foram as minhas preferidas.